∞/21M
₿LOCO:
Loading...

Mercado Satoshi

Qual é a quantidade mínima de Bitcoin que você deveria ter?

₿LOCO 819,889

4 de maio de 2022

Alguém me perguntou: “Quanto BTC você acha que é suficiente para alguém que trabalha duro, mas não ganha muito dinheiro?” Ao contrário do que parece, essa é uma pergunta difícil para a qual não tenho uma resposta simples, pois há muitas variáveis, como idade, localização geográfica etc. Portanto, vou oferecer uma resposta flexível para ela.

Se tentarmos recuar o máximo possível, podemos identificar alguns pontos para reflexão.

1) Economize em vez de especular

Em primeiro lugar, tenha sempre em mente o aviso de sempre: Nunca corra o risco de investir/especular com o que não pode perder totalmente (por exemplo, fazer uma hipoteca de sua casa para investir tudo em um único sistema, seja ele Bitcoin ou outro, é obviamente muito perigoso).

Não esqueçamos também que o Bitcoin tem apenas 13 anos de história e ninguém pode prever tudo o que pode acontecer nos próximos 10 anos (não estou falando de golpes de outros projetos de “criptomoedas” que vendem sonhos, mas de falhas críticas na própria rede, ou mesmo na Internet, mudanças nas regulamentações do seu país etc.).

Além disso, mesmo que a taxa de câmbio não caia a zero, o BTC pode perder 50% de seu preço em relação ao dólar por um ano ou mais, como aconteceu em flutuações anteriores. Você terá reservas para aguentar o inverno…?

Em resumo, seja qual for o seu orçamento, preveja que todo o seu BTC terá valor zero, pelo menos temporariamente!

Uma abordagem saudável é considerar suas economias em BTC como um cofrinho no qual você coloca um pouco regularmente, uma quantia que você pode dispensar sem perceber.

Um exemplo que às vezes dou é o preço de um maço de cigarros. Um fumante que consome um maço por dia gasta cerca de US$ 250 por mês, que literalmente se transformam em fumaça. Pode-se imaginar que reservar (em BTC, por exemplo) US$ 250 por mês não seria um problema real para essa pessoa.

Um cálculo rápido mostra que, para uma economia de BTC de US$ 250 por mês iniciada há 4 anos, o valor total gasto seria de US$ 12.250 e o valor atual dos bitcoins assim obtidos seria de cerca de US$ 47.750.

AVISO: O objetivo deste exemplo NÃO é dizer que “o preço sempre sobe e o que aconteceu historicamente está fadado a acontecer novamente”! É simplesmente um EXEMPLO para ilustrar que “jogar fora” o equivalente a um maço de cigarros por dia PODE, sob certas condições, ser uma aposta lucrativa.

Assim, não estamos mais falando de uma soma total final no futuro, mas sim de uma soma recorrente relacionada ao presente. Essa é uma mudança de perspectiva que faz toda a diferença.

Ela torna a pergunta original obsoleta ou, ao contrário, mais útil, mudando o ângulo com o qual olhamos para a compra do BTC.

Observação: esse exemplo funciona igualmente bem com não fumantes que jogam na loteria uma vez por semana.

2) População mundial e limite de Bitcoin

 
A quantidade de BTC por pessoa é outra maneira (um pouco fantasiosa, admito, mas ainda assim interessante) de analisar a questão. Se lembrarmos que haverá apenas um máximo de 21 milhões de BTC (ou seja, 2.100.000.000.000.000.000.000.000 satoshis, sendo um satoshi a menor denominação de BTC) em circulação e que há 8 bilhões de pessoas na Terra, isso significa uma média de 262.500 satoshis por pessoa. Se você acumular mais de 100 francos de BTC hoje, você já acumulou sua parte da massa planetária global. Ainda é muito cedo.


Vejamos o ponto de vista oposto: existem hoje 56 milhões de milionários na Terra, ou seja, pessoas que possuem o equivalente a US$ 1.000.000. Isso representa 1% da população mundial. Se eles decidissem compartilhar todo o BTC, isso seria cerca de 37.500.000 satoshis por pessoa. Isso equivale a cerca de CHF 15.000 por pessoa na cotação atual. Por CHF 15 mil, você pode ter o que 1% do planeta não pode pagar.
 

Outra forma de ver isso é que, se todos os milionários do mundo quisessem ter 50.000.000 satoshis (meio BTC), nunca haveria o suficiente para satisfazer a todos.

3) O padrão Bitcoin

 
Outro ângulo de cálculo é a possível equivalência entre o ouro e o BTC. Se dividirmos a massa total de ouro na Terra (cerca de 175.000 toneladas, a US$ 61.000 por kg) pelo número máximo de BTC, chegaremos a um preço teórico de US$ 508.000 por BTC.
 
Se imaginarmos um futuro em que o Bitcoin tenha se tornado um meio de armazenamento e troca de valor no mesmo nível do ouro atual, com reservas em bancos centrais etc., ou até mesmo um “padrão BTC” semelhante ao padrão ouro pré-Bretton-Woods, teríamos que possuir 2 BTC para sermos “milionários”.
 

4) Derretendo como um cubo de gelo sob o sol

 
A maneira mais dolorosa de calcular é simplesmente economizar para se proteger da inflação.
 
Hoje, ouvimos falar de taxas assustadoras que ultrapassam 6 a 8%, e não fazer nada, ou seja, manter suas economias em dinheiro, equivale a vê-las derreter inelutavelmente… Para referência, 100 euros terão perdido metade de seu valor e terão um poder de compra de 50 euros em 10 anos se a inflação permanecer acima de 6% até lá.
 
Infelizmente, nenhum investimento não arriscado pode proteger suas economias de forma eficaz. Você precisa de um investimento que renda mais do que a inflação e, a essas taxas, isso implica um risco não negligenciável. Além disso, nem todo mundo tem acesso a esse tipo de retorno.
 
Se voltarmos ao preço de um maço de cigarros por dia e esperarmos que o preço do BTC se valorize um pouco no longo prazo, ou pelo menos não caia 6% ao ano, podemos esperar “proteger” parte de nossas economias contra a fatalidade do derretimento desse cubo de gelo metafórico… Sempre tendo em mente os outros pontos discutidos acima, começando obviamente pela regra número 1.
 

5) Milhões por duas pizzas

 
Um último ângulo de reflexão é o episódio das famosas “pizzas” de Laszlo. Para relembrar, em 2010, quando o Bitcoin quase não tinha preço nem cobertura da mídia, um dos poucos participantes da rede ofereceu 10.000 BTC para quem lhe fornecesse duas pizzas (cerca de US$ 30). Ao preço de hoje, isso é muito dinheiro, mas na época foi a primeira transação em que um bem físico foi comprado em BTC e deu início à economia do Bitcoin como a conhecemos hoje.
 
É possível que o preço do BTC suba até o ponto em que US$ 30 investidos hoje também valerão milhões em 12 anos. É igualmente possível que isso não aconteça. Ninguém sabe, é claro.
 
Mas uma coisa é certa: as pessoas que ouvem essa história hoje e dizem para si mesmas “se ao menos eu tivesse conhecido o Bitcoin naquela época e comprado 10.000 BTC por US$ 30…” não percebem que US$ 30 naquela época pareciam tão insignificantes quanto hoje.
 
Hoje, US$ 30 compram 75.000 satoshis. É impossível prever se algum dia veremos o preço do Bitcoin subir para a casa dos milhões, de modo que 75.000 possam transformar uma vida. Mas o valor é pequeno o suficiente para não ser dramático se você o perder, e é fácil colocá-lo de lado em uma poupança regular, se você quiser.
 

Zero ou Mais

 
Portanto, quando lhe fazem a pergunta “quanto BTC você precisa ter no mínimo?”, você entende que não há uma resposta fácil. Para alguns, como Warren Buffet, é “zero”, para outros, como Elon Musk, é “mais do que zero”…
 
A única resposta possível é o conselho que dou aos meus amigos: o mais importante é aprender e entender. Só então você poderá responder à sua própria pergunta, dependendo de suas finanças e de sua confiança no protocolo e em seu ecossistema.
 
Portanto, eu os incentivo a investir um pouco, de acordo com suas posses (um estudante não tem tanto dinheiro para perder quanto um banqueiro privado), mas o suficiente para que eles queiram aprender como funciona, ler sobre como possuí-lo adequadamente, instruir-se sobre como proteger suas economias com cuidado, instruir-se sobre por que o Bitcoin foi inventado, como o dinheiro em geral funciona, inflação, bancos centrais etc.
 
Possuir alguns satoshis permite que você se familiarize com a tecnologia, a cultura e os mecanismos financeiros desse sistema único. E, à medida que for aprendendo, talvez queira expandir sua posição. (Ou não, mas você saberá por quê).
 
E quem sabe, se você os mantiver por alguns anos, esses poucos satoshis finalmente valerão um pouco mais do que duas pizzas?